fbpx

LIMPAR A PELE – O PASSO MAIS IMPORTANTE DOS CUIDADOS DIÁRIOS COM O ROSTO

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Há uma frase que uso muito nos treinamentos presenciais onde ensino profissionais de vendas diretas sobre os cuidados com a pele do rosto: “água é uma coisa, óleo é outra”. Ressalto isso porque a maioria das pessoas não entende as funções da água e do óleo para a saúde da pele e, portanto, não se preocupam em escolher um produto para limpá-la de maneira a manter o equilíbrio dessas duas substâncias de acordo com a característica de cada pele para não comprometer o seu nível de hidratação. Em primeiro lugar precisamos entender as características da pele segundo seu grau de oleosidade:

A IMPORTÂNCIA DA LIMPEZA DIÁRIA DA PELE

Talvez você esteja achando o tema desse artigo redundante, pensando que não há necessidade de falar a respeito da importância de limpar a pele diariamente, afinal isso é o básico, todo mundo sabe como lavar o rosto!

Acredite, houve um tempo em que eu também pensava assim…até começar a trabalhar com estética, há 20 anos atrás.

Foi então que ao conversar com os clientes descobri que alguns achavam que a água que escorre quando lavam a cabeça também lava o rosto.

Outros não entendiam porque precisavam lavar o rosto com um produto próprio; afinal, porque não usar o mesmo sabonete que usam para lavar o corpo?

Outros ainda acreditavam firmemente que não há nada mais eficiente para limpar o rosto do que água…apenas ela e nada mais!

Ao aprender sobre pele, hidratação e oleosidade fica claro que lavar o rosto não é um ritual tão simples assim.

Na verdade, para nós, profissionais da beleza, é o passo mais importante para garantir o bom aproveitamento pela pele dos demais cosméticos que serão aplicados a seguir.

Portanto deixe de lado tudo aquilo que você imagina saber sobre como lavar o rosto e abra sua mente para as informações que virão a seguir.

Acredite, seus cuidados diários com a pele serão levados a outro nível.

POR QUE LIMPAR A PELE DO ROSTO?

A princípio o principal objetivo de lavar o rosto é eliminar o excesso de oleosidade e a sujidade que fica acumulada sobre a pele no decorrer do dia.

Por trás do básico encontra-se o “pulo do gato”, que é fazer isso de fato sem comprometer o equilíbrio hídrico da pele.

Uma pele saturada de óleo e impurezas pode apresentar alguns problemas como:

  • Acúmulo de sebo e células mortas na superfície da pele
  • Textura áspera da pele por esse acúmulo
  • Coloração da pele predominantemente amarelada ou esverdeada (essa é a cor do sebo)
  • Pele opaca, sem o brilho saudável do viço de uma pele limpa e bem hidratada
  • Proliferação excessiva de bactérias, causando acne ou irritações
  • Tamponamento dos folículos pilossebáceos, piorando os casos de acne

A água é parte indispensável do processo de limpeza da pele para remover o produto usado para limpar e as sujidades por ele captadas, ela por si só não tem ação adstringente ou removedora de resíduos.

Dessa forma, tão importante quanto lavar o rosto é saber escolher o cosmético adequado para fazê-lo.

O GRANDE DESAFIO: LIMPAR SEM PREJUDICAR A HIDRATAÇÃO DA PELE

Há uma frase que uso muito nos treinamentos presenciais onde ensino profissionais de vendas diretas sobre os cuidados com a pele do rosto: “água é uma coisa, óleo é outra”.

Ressalto isso porque a maioria das pessoas não entende as funções da água e do óleo para a saúde da pele e, portanto, não se preocupam em escolher um produto para limpá-la de maneira a manter o equilíbrio dessas duas substâncias de acordo com a característica de cada pele para não comprometer o seu nível de hidratação.

Em primeiro lugar precisamos entender as características da pele segundo seu grau de oleosidade:

  • Normal: em geral são as peles das crianças até os 8 anos de idade que ainda não sofreram a influência das alterações hormonais que irão definir o grau definitivo de oleosidade da pele
  • Mista: oleosidade mais evidenciada na zona T (testa, queixo e nariz) podendo apresentar as laterais da face mais secas ou normais
  • Oleosa: oleosidade evidenciada por toda a face. Há casos em que essa oleosidade é exacerbada, muito além do normal. Chamamos essa pele super oleosa de seborreica
  • Acneica: em geral são peles seborreicas com alto grau de infestação bacteriana, tomada por comedões (cravos), pápulas (elevações cutâneas avermelhadas) e pústulas (espinhas com pus). Nos graus mais elevados pode apresentar cistos e nódulos

Em seguida, precisamos estabelecer o que é o manto hidrolipídico e qual sua relação com a água e o óleo da pele.

MANTO HIDROLIPÍDICO: UMA EMULSÃO HIDRATANTE NATURAL DA PELE

O manto hidrolipídico desempenha um papel importantíssimo na saúde da pele.

A função barreira formada pelo manto hidrolipídico inibe a evaporação da água do corpo e impede a penetração de agentes externos prejudiciais à integridade da pele, como bactérias e poluição.

O manto hidrolipídico é uma espécie de emulsão natural localizada logo acima da epiderme formada por lipídios (gorduras e sebo) e substâncias secretadas pelas glândulas sudoríparas, como água e suor.

Essa mistura reforça a função barreira da pele, impedindo que ela perca água.

O PH do manto hidrolipídico é levemente ácido, entre 4,7 e 5,75.

Dessa forma ele cria uma barreira de proteção contra a entrada e proliferação de micro-organismos.

Nas peles oleosas o manto hidrolipídico tem a sua função barreira naturalmente reforçada pela presença aumentada de gorduras e sebo.

Nas peles secas a proteção contra a evaporação da água é mais frágil pois a pouca oleosidade natural compromete a eficácia do manto hidrolipídico.

No entanto, uma pele oleosa submetida constantemente a higienizantes com alto poder adstringente pode se tornar desidratada pela remoção excessiva de óleo, enfraquecendo a função barreira da pele.

A maneira mais efetiva de nos mantermos hidratados é através da ingestão diária adequada de água.

Há um consenso na área da saúde de que a quantidade diária ideal a ser ingerida por cada pessoa seria de 35ml/kg.

Uma boa maneira de garantirmos que a quantidade de água necessária para o bom funcionamento do nosso organismo seja preservada pela pele é aplicar sobre ela cosméticos com ativos que reforcem a sua função barreira.

São os chamados cosméticos hidratantes, que absorvidos pela pele inibem a perda de água pela evaporação.

O QUE USAR PARA LIMPAR A PELE DO ROSTO?

Os higienizantes faciais são classificados em três principais categorias:

  • Sabonetes líquidos (ou em gel)
  • Sabonetes em barra
  • Loções de limpeza

Eles possuem características que devem ser bem compreendidas para que sejam usados sem prejudicar a oleosidade ou hidratação da pele.

Os sabonetes são detergentes que atuam removendo o excesso de oleosidade da superfície da pele e também a sujeira acumulada sobre ela.

É desejável que seja um cosmético com PH fisiológico, semelhante ao PH da pele, entre 5,5 e 6, levemente ácido, para combater bactérias e prevenir contra alergias e irritações.

Sabonete líquido: em geral possui PH fisiológico, entre 5 e 6, preservando as características do PH natural da pele, diminuindo a chance de irritações, proliferação bacteriana e ressecamento.

Seu processo de fabricação favorece que seja agregado à sua composição ativos com ação emoliente e hidratante, tendo muitas vezes outras funções benéficas para a pele além da higienização.

Sua textura líquida ou em gel costuma ser muito bem recebida por peles oleosas e acneicas, que têm um manto hidrolipídico naturalmente reforçado pelos lipídios presentes nesse tipo de pele e tendem a ficar mais oleosas quando higienizadas com cosméticos de textura cremosa.

Sabonete em barra: em geral possui PH alcalino, entre 8 e 9.

Portanto usar esse tipo de sabonete no rosto pode desequilibrar o PH da região, favorecendo o ressecamento da pele e diminuindo a sua capacidade de defesa, uma vez que o PH alcalino prejudica a manutenção da flora bacteriana saudável da pele que combate a infestação de micro-organismos agressores.

Loção de limpeza: por sua textura cremosa, naturalmente tem menor ação adstringente, possuindo pouco ou nenhum detergente em sua composição.

São excelentes para higienizar peles secas, desidratadas ou sensíveis, pois aumentam a função barreira da pele, preservando a sua hidratação natural e aumentando a sua capacidade de defesa.

Independente do tipo de higienizante facial, o que determina para qual tipo de pele ele serve serão os ativos que ele tem em sua composição.

Por exemplo, um sabonete líquido para peles oleosas terá mais ativos adstringentes.

Um sabonete em barra pode ter ativos hidratantes para minimizar a questão do PH mais alcalino.

Um sabonete para peles acneicas terá ativos bactericidas.

Ainda assim, será difícil encontrar uma loção de limpeza com ativos adstringentes porque como já explicamos sua textura mais cremosa não “casa” muito bem com peles oleosas.

Em geral, as loções de limpeza terão ativos hidratantes e emolientes.

TENHA MAIS DE UM PRODUTO PARA HIGIENIZAR SUA PELE

Essa afirmação pode parecer estranha para você, mas vou esclarecer!

Como já disse em artigos anteriores, a pele é um órgão vivo e dinâmico, que responde a estímulos internos e externos.

Dessa forma, mesmo sua pele sendo oleosa pode haver situações em que o grau de oleosidade sofra variações interferindo no nível de hidratação da pele.

Nós vimos há pouco que o manto hidrolipídico tem a eficácia da sua função barreira para impedir a perda de água proporcional ao depósito de lipídios, sebo, água e suor que fazem dele uma emulsão hidratante natural.

Quanto mais lipídios na composição do manto hidrolipídico, maior a retenção líquida dentro da pele.

Fatores climáticos podem interferir no grau de oleosidade da pele.

Sabemos por experiência pessoal que no verão nossa pele fica mais oleosa e no inverno tende a ficar mais seca.

Assim, uma pessoa que lavou o rosto durante o verão duas vezes ao dia com um sabonete líquido para pele oleosa, se continuar a usá-lo dessa maneira nos meses em que a temperatura estiver mais baixa pode sentir sua pele muito seca.

Isso acontece porque num período em que a oleosidade natural da pele está mais baixa, usar duas vezes ao dia um higienizante com ação adstringente removerá a pouca oleosidade presente no manto hidrolipídico, ressecando a pele ou causando o temido efeito rebote, resposta fisiológica em que ao estar desidratada, a pele estimula a produção de sebo para reforçar a função barreira da pele.

Assim, ao sentir a pele mais ressecada, uma pessoa de pele oleosa deveria usar um sabonete líquido para seu tipo de pele à noite e pela manhã usar um higienizante com menor ação adstringente.

Poderia ser um sabonete líquido para pele mista ou seca, por exemplo.

Outros fatores podem favorecer o uso de diferentes higienizantes durante o dia:

  • Uma pessoa de pele mista que sua muito ao praticar exercícios, pode precisar lavar o rosto com um higienizante mais adstringente após o treino
  • Uma pessoa madura de pele oleosa mesmo usando um sabonete líquido para o seu tipo de pele à noite pode precisar usar uma loção de limpeza pela manhã para reforçar a função barreira da pele, impedindo uma situação de desidratação

Com esses exemplos fica bem claro que ao escolher o cosmético com o qual lavar o rosto pela manhã e à noite é necessário observar as necessidades da pele quanto ao controle da oleosidade e à hidratação.

Ignorar esses sinais pode comprometer o resultado esperado com o uso dos demais produtos home care.

O PAPEL DO CONSULTOR DE PELE

Ao dominar informações como PH fisiológico e alcalino, funções do manto hidrolipídico, necessidades quanto à oleosidade e hidratação da pele e características específicas dos diversos tipos de higienizantes faciais, o consultor de pele estará se posicionando de maneira profissional, podendo orientar seus clientes com clareza e segurança sobre qual produto entre as opções do seu portfólio será a melhor escolha.

Em um mercado com tantas opções de cosméticos, muitas vezes o que define a escolha do que comprar será a indicação dada por um profissional bem informado.

Lembre-se: seja consumidor, seja consultor, suas dúvidas e comentários serão muito bem-vindos!

Tome posse do conhecimento que eu compartilhei aqui hoje com você e prospere!

Comentários

2 respostas

Deixe uma resposta para Glória Toledo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Glória Toledo

Glória Toledo

Esteticista, cosmetóloga e massoterapeuta, atuo há 20 anos no ramo atendendo em consultório particular, em Campinas/SP.

Posts recentes

Glorinha no YouTube